sábado, abril 28, 2007

李振藩 CAPITULO L: 3 meses

Acordei hoje a pensar que fez ontem 3 meses que cheguei a Shanghai.

Passados mais de 90 dias, a crença de que as coisas na vida só mudam através de choques profundos é hoje uma convicção inabalável. Palcos ideais para mudar de vida não existem. Durante algum tempo pensei que sim, que havia um conjunto de circunstâncias ideais que num misto de intervenção directa e alinhamento astral seriam criadas. A mesma crença e romantismo com que muita gente joga no Euromilhões e acredita que um dia chega a sua vez. Preferi não esperar pelo meu Euromilhões. Respirei fundo, contei até 3 e segui. E depois de algum tempo para assentar ideias, vivenciar grandes diferenças e criar uma nova rotina, não tenho dúvidas de que estou mais rico.


Amanhã parto para Yunnan, no sul da China.
Se fosse em Portugal estaria provavelmente a pensar meter-me no carro e aguentar 2 horas de fila, até à praia na Costa. Ou se o tempo não ajudasse, talvez ficar em casa sentado no sofá a ver um filme.

Por um não conformismo, aquele abraço a caminho da selva,

HuiYi Si

2 comentários:

Pedro Queirós disse...

Não podia estar mais de acordo contigo! Apoiado.

João Loff disse...

Exacto. Abraço!